Eutanásia de cães e gatos

img-banner-topo-consultas.jpg

Eutanásia ao domicílio

Os procedimentos da eutanásia ao domicílio são iguais aos realizados em ambiente hospitalar com a vantagem do animal poder permanecer no seu lar.

Os principais benefícios da eutanásia ao domicílio são:

  • Evitar que o animal sofra com dores e ansiedade durante o transporte para a clínica;

  • Permitir que o último momento seja vivido em família e com serenidade.

Eutanásia na Unidade de Saúde

A eutanásia na Agrivet pode ser realizada no Hospital Veterinário de Torres Vedras, na Clínica veterinária de Mafra.

Pelo amor que sentimos aos animais, asseguramos:

  • Um ambiente sereno, com conforto e tranquilidade;

  • Acompanhamento próximo e dedicado com o paciente e tutor.

Conheça outras consultas de especialidade

Consideramos fundamental a multidisciplinaridade para darmos resposta a situações específicas da saúde animal.

Para isso, contamos com profissionais experientes dedicados às seguintes valências:

Doenças Infeciosas

As doenças infeciosas são transmitidas por microrganismos como vírus, bactérias, fungos, parasitas, entre outros. Existem vários tipos de doenças infeciosas nos an...

Cardiologia

O coração é um órgão vital também para os animais de estimação e necessita de atenção e de cuidados redobrados pelos Médicos Veterinários e pelos próprios tutores....

Cuidados Paliativos

Os Cuidados Paliativos são um conjunto de ações que visam melhorar a qualidade de vida de um animal de estimação doente e também dos seus tutores, aliviando e prev...

Agri

Garanta a saúde e bem-estar do seu animal de estimação com o apoio dos nossos profissionais e meios de diagnóstico de alta tecnologia.

Consultas e Outros Serviços

Prestamos os melhores cuidados de Saúde Veterinária Preventiva e Integrada

Gatos

Gatos

Cães

Cães

Roedores

Roedores

Coelhos

Coelhos

Aves

Aves

Reptéis

Reptéis

Agri

Faça a sua Marcação de Consulta

Perguntas Frequentes sobre Eutanásia

Saiba mais sobre o processo de Eutanásia com as nossas respostas.

Veja também alguns conselhos úteis sobre como saber se chegou o momento e como superar o luto do seu animal de estimação.

A palavra eutanásia tem origem nos termos gregos “eu” que significa boa e “thanatos”, morte. De forma literal, eutanásia quer dizer boa morte e sem sofrimento, uma partida em paz.

A eutanásia animal pode ser encarada como um ato de compaixão quando as soluções de tratamento e de melhoria da qualidade de vida já se esgotaram e o animal está em constante sofrimento. Ainda que seja muito duro, a eutanásia consegue permitir que o nosso melhor amigo se livre da dor e descanse em paz.

A eutanásia na Agrivet pode ser realizada no Hospital Veterinário de Torres Vedras, nas Clínicas Veterinárias de Mafra, Torres Novas e Leiria ou ao domicílio, junto dos tutores e da família.

O procedimento é rápido e consiste na administração de uma solução injetável, que levará o animal a um sono profundo de forma tranquila e serena.

O efeito da substância injetada é irreversível, por essa razão é muito importante que a decisão seja tomada em consciência e em conjunto com o médico veterinário.

Para saber se chegou o momento de falar sobre a eutanásia, aconselhamos que reflita sobre o dia a dia do seu animal de estimação e avalie as suas capacidades.

O seu animal de estimação:

  • Consegue mexer-se sem dores?

  • Aprecia alguma atividade ou brincadeira?

  • Tem apetite?

  • Está sempre com dores?

  • Está apático e sem alegria?

  • Apresenta dificuldades em respirar? Chora ou geme?

  • Ainda responde a estímulos?

  • Sente alívio do sofrimento através dos cuidados paliativos?

Depois de responder a estas questões, faça um balanço dos aspetos positivos e negativos para perceber se ainda existe alguma qualidade de vida.

A eutanásia cumpre com a sua missão quando é uma resposta para libertar o seu animal de estimação de um sofrimento continuado e sem melhorias.

Para apoiar neste processo, é muito importante que fale com o médico veterinário sobre a eutanásia para que este profissional possa contribuir com a sua avaliação, tendo em conta:

  • a autoavaliação do tutor;

  • a qualidade de vida atual do animal.

A decisão final cabe sempre ao tutor, no entanto, um médico veterinário pode opor-se à realização da eutanásia, caso os motivos infrinjam os valores éticos que defende no dia a dia da sua profissão.

Assim sendo, o diálogo aberto entre tutor e médico veterinário revela-se de extrema importância para que o processo decorra de forma tranquila, tendo em conta o superior interesse do bem-estar do animal de estimação.

Fale sempre com o médico veterinário, esclareça as suas dúvidas, e partilhe também o que sente com a sua família.

Lembre-se também de confiar na sua decisão e no amor que sente pelo seu amigo, sabendo que ele estará sempre consigo.

A eutanásia ao domicílio é muitas vezes escolhida pelos tutores devido ao conforto que proporciona ao animal de estimação.

Por um lado, evita o sofrimento físico do transporte até à clínica, por outro lado dá-lhe a tranquilidade de estar no seu ambiente familiar. Assim, poderá descansar no lugar onde sempre foi feliz e junto daqueles que sempre o amaram.

Pode segurar o seu animal de estimação, conversar com ele e acariciá-lo. É muito importante que o seu amigo sinta a segurança da sua presença e do seu toque.

Vamos trabalhar juntos para encontrar a melhor posição para estar com o seu amigo ao mesmo tempo que nos permite aceder às áreas do corpo do seu animal de estimação onde é administrada a injeção.

Não. O processo de eutanásia é indolor, por isso, este procedimento também é conhecido como “por o animal a dormir”. A injeção aplicada pelo médico veterinário induz o sono até ao seu descanso eterno. O espaço de tempo entre o momento da administração da solução até ao fim do processo é bastante curto.

Existem várias formas de homenagear o seu fiel amigo e guardar as suas memórias para sempre. Cada tutor tem a sua maneira de lidar com o luto. Podemos partilhar alguns exemplos da experiência que temos com os nossos tutores.

Há quem faça uma placa de gesso com a marca da patinha do seu amigo, quem crie um álbum de fotos do seu amigo e há quem tenha feito uma jóia para guardar parte das cinzas do seu animal de estimação.

Todas as opções são válidas, faça sempre o que mandar o seu coração.

Sim. É normal os outros animais da casa sentirem a falta daquele que partiu, chorarem e procurarem-no nos lugares onde ele gostava mais de estar. A mudança de comportamento também se verifica em alguns casos.

No entanto, mesmo que sejam situações normais, aconselhamos que converse com o médico veterinário sobre todas as alterações. Lembre-se de manter as rotinas e a partilha afeto e amor para que juntos possam lidar melhor com a perda.

Consultas, Exames e tratamentos em casa